Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

domingo, 29 de agosto de 2010

Assistentes de Educação participam de reunião com o Sinte/Joinville

Fomos procurados pelos Assistentes de Educação e na última quarta-feira (25/8), realizamos uma reunião com este setor do quadro do magistério. Nesta reunião, foram relatadas várias questões referentes ao trabalho dos assistentes de educação, entre elas a quantidade de atribuições e a falta de clareza da sua função no estatuto e plano de carreira.


Um dos pontos que tem preocupado muito os assistentes de educação é o fato de os 30 dias consecutivos de férias garantidos em lei, não estarem sendo respeitados.

Outro ponto questionado diz respeito às capacitações realizadas pela SED. Os assistentes relatam que as capacitações, quando ocorrem são sempre em tom de coação. Em uma das capacitações, foi dito pelos dirigentes da secretaria de educação que os assistentes tem por obrigação fiscalizar o trabalho dos Diretores  e denunciar todos os tipos de irregularidades cometidas por estes. Chegam ao absurdo de dizer que eles devem ser “os olhos da SED na escola”.
A denúncia chegou ao Sinte com preocupação, pois os assistentes não têm por função fazer esse tipo de “trabalho”.

Foi questionado também o sistema Serie que caiu de pára-quedas, responsabilizando-os de todos os erros que podem ocorrer, tanto em relação à documentação dos alunos, e principalmente em relação à documentação dos professores, visto que, a SED atribui aos assistentes a responsabilidade da geração da folha de pagamento. Foi relatado que numa escola de Joinville, um assistente teve que pagar do próprio bolso, o salário de um professor, por ter cometido um “erro” na folha de pagamento.

Devemos lembrar a SED, que o assistente não deve ser responsabilizado e até mesmo penalizado por isso. O Sinte esta de olho!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Sinte Joinville promove seminário sobre o piso

100 mil pela Educação
Este é o título de nosso 1º momento de formação com a categoria, é também o abaixo assinado pela implementação do Piso Salarial Nacional do Magistério em Santa Catarina que é a 7ª economia do país, porém fica na 17ª posição em remuneração aos profissionais da educação comprometendo o direito universal a uma escola pública, gratuita e de qualidade. A garantia de melhores condições de trabalho e salário, além da nossa mobilização e organização, inclui elevar nossa consciência coletiva e política. O mestre Paulo Freire nos alerta que“o profissional adquire autonomia quando conhece seus direitos”. Anote na sua agenda e divulgue aos colegas de trabalho dia 16/9/2010, às 19h, é o dia de formação sindical rumo a nossa valorização. Será no auditório do Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville, na Rua Lages, número 84, no Centro. Compareça!

Ações da Regional

*no dia 19/07/10 protocolamos na Gered reivindicação de recesso escolar de duas semanas quando soubemos que as regionais de Itajaí, Florianópolis e Blumenau tiveram tal tempo.

* agradecemos a presença de professores da escola Arnaldo Moreira Douat no dia 20/07/10 que apresentaram uma série de solicitações, registradas e pautadas pela direção.

*venha ao Sinte, ocupe este espaço que é seu. No período vespertino os diretores e suplentes se revezam para atendê-lo.

*A nova direção do Sinte-jlle, desde a sua posse em 5 de julho, tem recebido muitas reclamações vindas de professores, que relatam uma série de perseguições sofridas nas escolas, por parte das direções, sendo que a maioria delas pode ser classificada como assédio moral. Pedimos a todos, que documentem e nos procurem para podermos tomar as devidas providências.

Filie-se ao Sinte

Para entendermos a importância do sindicato enquanto entidade legítima de representação classista, é preciso voltar um pouco na história: Inglaterra, século XVII e XVIII. Os trabalhadores rurais expulsos dos campos, quando estes foram cercados para a criação de ovelhas, formam um “exército industrial de reserva” nos centros urbanos que garantiu os lucros da incipiente indústria têxtil. Começam então a reagir através de ações descoordenadas como o quebra-máquinas (luddismo), boicotes e sabotagens. Os franceses dão um salto ao utilizar o recurso da greve. As “caixas de resistências” surgem para bancar os grevistas, o que corresponde hoje ao nosso fundo de greve. Desse processo formam-se, na Inglaterra, os trade-unions, união de profissões, os primeiros sindicatos que funcionavam clandestinamente, desde os primeiros registros em 1.669 até 1.824 quando a primeira lei dando direito à organização
sindical foi assinada. Muito se avançou deste então. E se, no momento, o movimento sindical está enfraquecido cabe à categoria analisar os porquês e elencar objetivos de reação. Uma categoria de aproximadamente 60 mil professores não pode ficar

O descaso com os Acts

Novamente o governo, através das gerencias regionais, vem implantando nas escolas a política do terror com os professores ACTs. Não bastasse a grande perda de direitos com a mudança da legislação em 2009, esse ano não esta sendo diferente e mais ataques estão acontecendo. Professores demitidos, o não recebimento de salários, assédio moral, entre outras arbitrariedades tem deixado a categoria em alerta.

Não bastasse tudo isto, o governo divulga o edital de contratação de ACTs para o ano de 2011, e para a surpresa de todos, mantém o mesmo processo do ano passado. Os interessados terão, novamente, grandes transtornos para realizar a inscrição, sem falar dos gastos.

O governo, ao invés de realizar concurso público, repassa a ACAFE 1,4 milhão de reais para a realização do processo seletivo.

Os professores devem ficar atentos aos detalhes do edital para não serem prejudicados nesse processo. Em caso de dúvidas, procurem o sindicato.

O Sinte Joinville é totalmente contrário a esse processo de seleção, e vai intensificar sua luta contra todas as formas de discriminação, não permitindo que esses profissionais sejam tratados de forma diferenciada do restante da categoria.

Estaremos acompanhando e dando suporte efetivo aos professores ACTs visto as dificuldades observadas no processo seletivo de 2010, principalmente no indeferimento de inscrições pela ACAFE.

Aos servidores aposentados

A maior vitória é aquela que conquistamos com sabedoria, esforço e determinação. Feliz do educador que chegar no final de sua carreira com a certeza do cumprimento profissional bem sucedido. Porque além de sermos profissionais, a escolha do magistério como desafio, tendo em visto os inúmeros ataques que sofre esta categoria. Uma escolha perfeita pra quem se propõe a dedicar-se ao coletivo. Trabalhar com o humano, vê-lo como parte integrante de uma sociedade, consciente que juntos procuram lutar por outra sociedade, essa é a mão do professor que com giz e quadro conseguiu transmitir aos seus alunos idéias de transformação. A você trabalhador aposentado da educação, a nossa gratidão por tal dedicação.

Faremos um café compartilhado. Onde todos que comparecerem possam estar se sociabilizando e tornado o encontro ainda mais agradável.

Confira como ficou a nova diretoria do Sinte

Dirigentes da Chapa 2
Clarice Erhardt
Coordenadora regional

Clarita Klober
Diretora de finanças

Valéria Nunes
Diretora de comunicação

Gizele de Castro Barros
Diretora de Organização

Maria Consolação Osório
Diretora de formação sindical

Dirigentes da Chapa 1
Gustavo Soares
Assuntos educacionais

Adelina Dognini
Assuntos jurídicos

Sinte Regional tem nova diretoria

Eleições de 23 e 24 de junho elegerem novos coordenadores e conselheiros para a regional Joinville

Nos dias 23 e 24 de junho o SINTE passou por eleições gerais, foram eleitas as novas direções regionais, a nova direção estadual e os novos conselheiros.

Integrantes da Chapa 2 - Mote, que obteve 72% dos votos na eleição do Sinte
O MOTE – Movimento pela Organização dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Estadual, participou da eleição regional com a chapa 2 e foi a

vitoriosa com 72% dos votos. Seguindo o Estatuto do Sinte, pela proporcionalidade, a segunda chapa concorrente, que obteve 27% dos votos, indicou dois dirigentes, completando a nova diretoria regional Joinville, composta de sete dirigentes. A nova gestão permanecerá nos cargos de julho de 2010 a julho de 2013, quando serão realizadas novas eleições. Participe você também do Sinte, filie-se e venha conosco lutar pela nossa categoria.