Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

NOTA SOBRE O FALECIMENTO DA PROFESSORA TANIA AGUILAR

O Sinte Regional de Joinville lamenta a morte da professora Tânia Aguilar que trabalhava na E.E.B. Marli Maria. A professora foi assassinada no dia 03 de agosto, pelo ex-companheiro, dentro de sua casa com um tiro na cabeça. Este horrível acontecimento nos mostra o quão grave é o feminicído em nossa sociedade. A violência contra a mulher é considerada uma epidemia pela OMS, e segundo seus dados 35% dos casos de morte feminina são causados pelo próprio parceiro. Esta brutalidade contra a mulher é fruto de uma sociedade de classes que inferioriza o gênero feminino. Infelizmente a opressão e exploração são marcos históricos que nos ferem diariamente, e que são mais profundas no capitalismo que leva até as últimas consequências a exploração do homem pelo homem. Mas, sabemos que para acabar com essa situação, somente com outro modelo de sociedade em que será extinta toda forma de violência de dominação e de ódio. É preciso unir a força da classe trabalhadora para combater o machismo instaurado como ideologia nessa sociedade burguesa que se alimenta da barbárie. Não podemos nos calar diante da violência e opressão contra a classe trabalhadora, sobretudo contra as mulheres que representam 80% da nossa categoria! Nossos sentimentos aos familiares e amigos da professora Tânia.

Lutaremos pela emancipação da mulher!
Lutaremos pela emancipação da classe trabalhadora!

Professora Tânia Aguilar, Presente!

Um comentário:

  1. Quando a justiça vai levar a sério o feminicídio, gente!
    Quando a bancada do congresso deixar de ser branca, masculina, do boi, da bala, da bíblia e da maçonaria.

    ResponderExcluir