Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Reunião de Representantes. Encaminhamentos.

No Sábado dia 21, cerca de 50 trabalhadores em educação, participaram da reunião de representantes de escola para discutir sobre a proposta de plano de carreira do governo, a Medida Provisória que ataca os professores ACTs e as mobilizações para o próximo período.
Acompanhe os principais encaminhamentos. 

- Antecipação da assembleia estadual
- Ato da ALESC no dia 24 com paralisação
- Produção de materiais explicativos sobre a proposta do governo e MP
- Moção contra a repressão (afastamento Viviane)
- Solicitar análise jurídica da MP, se é possível um mandato de segurança
- Revogação da MP
- Rejeição da proposta do governo
- Unificar a categoria, não à divisão
- indicativo de estado de greve/ construção da greve
- Produzir adesivos contra a repressão (abaixo a repressão)
- Visitar os deputados da região
- Campanha de desmoralização do governo











Um comentário:

  1. EDUCAÇÃO DE SANTA CATARINA EM CHEQUE!!!???

    O des-governo do Estado de SC, num afrontamento imparcial aos direitos adquiridos pelos profissionais do magistério, tenta explicitamente desarticular a paralisação chamada para amanhã (24/02) na Alesc contra a MP 198/2015 e direitos efetivos dos trabalhadores, aplicando de imediato a mesma MP, o que 'fragiliza', de certa forma o(a)s professore(a)s, mas não os detém em busca do reconhecimento pelo seu trabalho profissional. Vejamos: docentes que estão em sala de aula, readaptados, em atribuição de exercício, licenciados para tratamento de saúde, é só abrirem seus holerites de fevereiro na internet e verão que já não recebem mais regência de classe, o vencimento é o mesmo anteriormente e outros descontos mais, quer dizer, esses maus administradores (Semlombo e Semchampa) já estão atropelando as conversações com o Sinte, que ora, não está nos representando à altura que necessitamos, salvo algumas exceções. Porém, mesmo assim, amigos de labuta e conscientes dos ataques que estamos sofrendo, e sabedores que a Escola Pública Gratuita, de Qualidade e Acessível a todos, esteja caminhando para a privatização, caso nós amanhã (24/02), nos posicionemos e enchamos a Alesc com mais de 5.000 profissionais comprometidos com a Educação de Qualidade em SC, e também, chamemos à Assembléia Estadual para 03/03, podemos frear esses descalabros e afrontes até contra a CF e CE por esses personagens! Esses senhores estão a serviço do neoliberalismo tentando enxugar o serviço público à iniciativa privada. Não deixemos de forma alguma que nossos Diplomas e nossa Dignidade seja usurpada por esses desvios de conduta e do erário público!
    "Os poderosos poderão esmagar as flores, mas não podem deter o resplendor da primavera"!
    Vamos à luta.

    ResponderExcluir