Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Nós temos a resposta! - A Educação Pública precisa de investimento Público


Desde 28 de agosto, o grupo RBS desenvolve uma campanha com relação à educação.  Segundo os organizadores, o objetivo é promover o debate sobre o tema, em especial, no Rio Grande do Sul e em Santa Catariana. Uma campanha milionária, organizada e financiada pelo maior canal de comunicação privado do país, a Rede Globo.

Desde o início da campanha, foi realizado um bombardeio de "denúncias", as quais, em grande parte, recaem sobre a responsabilidade dos professores. A campanha tem o apoio governamental e já encontrou o responsável por todos os problemas: o professor.

Lamentável, mas compreensível, que na campanha não existam denúncias diárias sobre os descasos dos governos estaduais dos dois Estados (Santa Catarina e Rio Grande do Sul), tendo em vista quem são os organizadores. O Grupo RBS não denuncia o descumprimento de leis elementares: Piso Nacional do Magistério, fechamento de turmas, precarização total dos prédios públicos, abandono do investimento na construção de novas escolas, transferência de recursos e prédios públicos para iniciativa privada, além de desvios absurdos de recursos destinados à educação pública.

Estamos diante de uma investida dos meios de comunicação contra a Educação Pública, numa tentativa de privatizá-la de formas diversas, de modo que a opinião pública se sensibilize e apóie essa empreitada. Não é à toa que já foi lançado o edital de captação de recursos da campanha "A educação precisa de respostas", cujo objetivo é que a população apresente projetos de arrecadação financeira para manter as escolas públicas. Ou seja, "encontrar" outras formas de sustentar a educação, desresponsabilizando os governos e permitindo que todos os nossos impostos sejam destinados a outros fins, que não a educação de nossas crianças e jovens.

A Educação Pública é direito de todos e dever do Estado, logo é patrimônio de todos. Não a entregaremos a iniciativa privada, não sem luta e mobilização. Investimento público para a Educação Pública.

Clarice Erhardt
Professora da Rede Estadual de Educação de SC
Professora da Rede Municipal de Educação de Joinville
Coordenadora Regional – Sinte Joinville


Um comentário:

  1. Infelizmente, o tema: Valorização dos professores e investimentos na Educação, é recorrente nas elocubrações pífias perto de eleições para qualquer nível da República tupiniquim.
    Deveras, a mídia centralizadora muda o foco principal que é o cumprimento das Leis eleitas para nortear a sociedade, e mascara com uma "campanha" dessensibilizando o povo que está acéfalo pelas promessas de governos e governantes medíocres com o trato da coisa pública.
    O que é mais infeliz, é que o Judiciário, ou é conivente ou é perneta, em razão das ações dos agentes públicos pertinente à observância das leis vigentes. Procuram, com a protelação, levar a assertiva das leis para a próxima eleição contando que o povo novamente venha a acreditar em Papai Noel!
    "Os poderosos podem esmagar as rosas, mas não podem deter o resplendor da primavera".
    Abraços.

    ResponderExcluir