Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

sábado, 23 de julho de 2011

Carta aberta à comunidade

 
O SINTE/SC vem à público agradecer o apoio recebido por parte da Sociedade Catarinense aos educadores em defesa de seus direitos em sua luta pela implantação do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério.

Apesar da legitimidade da lei, o Governo LHS não reconheceu o direito dos(as) trabalhadores em Educação e apelou ao STF(Supremo Tribunal Federal) alegando sua inconstitucionalidade.

Mesmo julgada e declarada constitucional pelo Supremo, o atual governo não cumpriu a lei e levou a categoria à greve deflagrada no dia 18/05, pela implantação imediata do Piso na carreira.

A greve se estendeu até o dia 18/07 quando em Assembléia Estadual o Magistério votou pela sua suspensão, mesmo não tendo suas principais reivindicações atendidas.

A Sociedade Catarinense entendeu a importância do momento e apoiou nossa luta e nossas reivindicações, participando ativamente das discussões sobre a educação pública, a situação das escolas e a aplicação dos recursos do FUNDEB na educação.

O Piso Nacional do Magistério representa a valorização dos professores(as), que valorizados(as) terão mais tempo disponível, podendo então dedicar-se ao estudo, preparação das atividades escolares e ministrar suas aulas com qualidade e eficiência, mantendo assim seu compromisso maior com o aluno.

A educação é nosso trabalho e sabemos que é o melhor legado que podemos oferecer às nossas crianças e jovens para que se tornem cidadãos e cidadãs responsáveis, com reais perspectivas de crescimento pessoal, capazes de assumir seu papel e seu espaço na sociedade.
O SINTE/SC (Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Pública de Santa Catarina), sempre foi firme em sua defesa intransigente em favor de uma educação pública, universal e de qualidade para todos.

Esperamos que o Governo faça sua parte e responda, sinceramente, para a população de Santa Catarina, qual é o seu real compromisso com a Educação pública, gratuita e de qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário