Sinte - Regional de Joinville

Sinte - Regional de Joinville

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Sinte Estadual lançam nota de esclarecimento hoje a noite

Professores da rede estadual divulgaram esta noite o seguinte esclarecimento:


“Em maio, os professores da rede estadual entraram em greve para que o novo piso nacional fosse cumprido em Santa Catarina. O Governo do Estado apresentou várias propostas, uma pior do que a outra, chegando a diminuir salários, diminuiu em 50% as aulas excedentes, diminuiu o valor da regência de classe de 40% para 25% e de 25% para 17%.

– Estabeleceu um piso, incorporando benefícios que já possuíamos, o que torna a proposta ilegal, uma vez que a lei é clara quando aponta que o valor do piso é o vencimento base, sem incorporações.

– Com essa medida, o governo não atendeu aos professores e violou a lei. Por isso a greve prosseguiu. Por semanas, o Governo tentou enganar os professores, mentindo, omitindo fatos.

– Não houve respeito aos professores uma vez que nossos direitos não foram preservados. A única exigência feita desde o início da greve é que a Lei do Piso seja aplicada respeitando o Plano de Carreira sem retirar direitos adquiridos.

O que o sindicato quer é que a Lei seja cumprida! Conforme resposta do Governo Federal, SC tem dinheiro para aplicar o piso nacional na carreira e por este motivo não receberia ajuda financeira.

Infelizmente o governo do Estado continua manipulando informações, na tentativa desesperada de enganar a população. Ir além é mostrar uma atitude de respeito a todos aqueles que lhes permitiram estar no poder Sr. Raimundo Colombo, ilegal é a postura do governo enquanto desrespeita a Lei. Por isso, em nome do direito das crianças catarinenses, pedimos ao

Governador do Estado que seja honesto com os catarinenses, respeite a LDB, ECA, C.F., faça cumprir a lei em sua totalidade e assim compreenderemos que houve esforço e retornaremos às aulas, pois somente através desse gesto uma nova imagem deste governo será possível.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário